Mais um fisl que acaba.

Esse ano o fisl foi novamente um sucesso. Foram mais de 7400 pessoas (número recorde) circulando pelo Centro de Eventos da PUCRS. Além disso tivemos 257 palestras e pessoas de mais de 20 países diferentes . Muitas coisas interessantes aconteceram ao longo desses 3 dias, mas também tivemos algumas coisas que não correram como gostaríamos.

Como membro da organização (e principalmente do Temário), acho que tenho obrigação de dissertar sobre os pontos fortes e fracos do evento, pois nem tudo são flores, e transparência sempre foi algo que buscamos ter ano após ano. É importante dizer que essa é a minha opinião e que em momento algum falo em nome da ASL. Cada um tem direito a opinar e esse post é o MEU ponto de vista.

Pontos fracos:

  • Avaliação dos papers: a chamada pública de avaliadores foi uma idéia muito boa, que deu transparência ao evento, mas não funcionou bem como esperávamos (pelo menos ao meu ver). Pouco mais de 70 pessoas se cadastraram, sendo que algumas não concluíram a avaliação conforme nossas regras (e obviamente essas avaliações foram desconsideradas). Parece que alguns se interessaram apenas em ganhar o ingresso grátis e não tiveram o comprometimento que era necessário para a tarefa. Talvez uma maneira de melhorar isso seja abrir essa chamada junto com a chamada dos papers (o que aumentaria o prazo para inscrição) para que possamos conseguir mais avaliadores, e principalmente, tentar filtrar as pessoas que realmente querem participar e contribuir das que só querem entrar de graça no evento (não oferecendo mais ingressos em troca do trabalho, que deveria ser voluntário).
  • Divulgação dos resultados do papers: A divulgação do resultado dos papers, feita em três etapas foi uma mudança muito boa, mas o problema é que o sistema de papers não estava preparado para tal alteração. Com isso, muito do trabalho que era para ser simples e automático teve de ser executado de forma manual, o que atrasou a divulgação dos resultados e também a liberação das avaliações (que ficaram incompletas enquanto não fechavamos toda a avaliação e geraram muitas dúvidas e e-mails para serem respondidos). Junte-se a isso o fato de alguns atrasos e extensões de período do processo de avaliação, que contribuiram ainda mais para complicar as coisas. Mas a lição foi aprendida, e para a próxima edição devemos ter um papers mais robusto, que atenda as nossas novas demandas, ou então devemos usar algum outro software que tenha o perfil que necessitamos.
  • As imensas filas para retirada de material e crachás: como sempre as filas para retirada de credenciais e material foram um problema. Confesso que também não achei a forma de separação dos palestrantes por iniciais do nome a mais eficiente, mas para a próxima edição estaremos verificando um jeito mais rápido e eficaz de realizar essas tarefas. Fiquem de olho no site para novidades.
  • A rede wireless: a nossa rede wireless foi realmente vergonhosa. Para a próxima edição já estamos estudando alternativas para que isso não ocorra mais. O fisl, como um evento de tecnologia, não pode ter esse tipo de falhas. Na edição 8.0 já havíamos enfrentado problemas no primeiro dia, e esse ano tivemos outros problemas. Isso não realmente não pode ocorrer mais e a organização sabe muito bem disso. Peço desculpas pelos problemas, e quero deixar claro que vamos fazer todo o possível para resolver isso no fisl 10.0.

Pontos que receberam críticas:

  • Valores da inscrição: muita gente reclamou dos valores das inscrições. Acham que como temos patrocínio tudo cai do céu e que temos dinheiro para rasgar e queimar. A verdade é: as coisas não funcionam assim. Não dá pra comparar o fisl com eventos menores feitos em universidades, em 2 ou 3 salas e que não tem a infraestrutura que o fisl demanda. Temos de pagar pelo espaço, pelos serviços de assessoria de imprensa, pelos serviços da agência de eventos, locação de hardware, confecção de materiais, tradução, etc, etc, etc… Isso demanda MUITO dinheiro e só quem não vive com os pés no chão não consegue ver isso. Com certeza adoraríamos poder fazer tudo de graça, mas eu já passei dessa fase, e não acredito em Papai Noel faz tempo. As pessoas às vezes precisam cair na real. Criticar é fácil, construir um evento do tamanho do fisl é algo muito diferente…
  • Coordenação de mesas: falando de coordenações de mesa, eu acho que nosso único erro foi fazer a chamada de coordenadores muito próxima do início do evento. Tivemos alguns coordenadores que não apareceram, mas não diria que isso prejudicou o evento. Quem sabe para o próximo ano não possamos abrir a chamada junto com o papers para facilitar coisas, não é ?
  • A TV Software Livre: A TVSL esse ano, de meu ponto de vista foi muito bem implementada. No primeiro dia em função de problemas de rede tivemos algumas salas sem áudio e não foi possível transmitir a abertura em todas as salas, mas depois que os problemas foram resolvidos, a TV funcionou perfeitamente, tendo inclusive transmitido a cerimônia de encerramento nas demais salas.
  • Palestras dos patrocinadores: muita gente também tem criticado as palestras de patrocinadores. Pelo que andei lendo (pois não assisti nenhuma palestra), posso concordar com muito do que falaram, mas não posso concordar quando dizem que estamos nos vendendo, ou vendendo o evento. O evento precisa de patrocinadores de porte, grandes empresas da área de tecnologia, e muitas dessas ainda estão migrando para o software livre. E como em qualquer negócio, não se muda o foco de uma empresa de uma hora para outra. Isso demanda tempo e visão, e as grandes empresas parecem que começam a perceber isso, algumas de forma mais rápida e outras de forma mais tímida. O poder do software livre e da colaboração são uma realidade indiscutível, e quem não perceber isso vai perder a chance de ganhar com isso. Mas essas coisas levam tempo. Enquanto isso, vamos trazendo as empresas para nosso lado e deixando elas perceberem o quanto tem para lucrar com a mudança.
  • Mudanças de horários das palestras: como todo ano, foram necessárias mudanças de última hora na grade. Isso parece ser algo inevitável, pois conseguir sincronizar a agenda de mais de 400 pessoas não é uma tarefa simples. De qualquer maneira, isso foi feito de forma bem eficaz no final das contas e não parece ter sido um grande problema. Ficam aqui de qualquer maneira minhas desculpas a quem foi alterado e não foi avisado adequadamente. Com certeza iremos trabalhar para melhorar isso na próxima edição.

Pontos fortes:

  • Andamento das palestras: parece que esse ano, diferente dos anos anteriores, a troca de palestras foi muito suave e sem muitos problemas. Raros foram os atrasos e raros foram os palestrantes que nos deixaram na mão, o que contribuiu muito para o bom andamento do fórum.
  • Fundação Mozilla: a presença da Fundação Mozilla no fisl só vem confirmar o grande prestígio que o evento tem obtido ao longo dos anos. Pelas conversas com os membros presentes ficou clara a satisfação por terem participado do fisl e também pude perceber que eles foram surpreendidos pelo tamanho do evento. Acredito que eles sejam presença garantida de agora em diante (assim espero).
  • Arena de Programação: a arena na sua segunda edição foi realmente algo muito interessante. O apoio do INdT (juntamente com o Fórum Nokia) foi muito importante para o evento e espero que para as próximas edições isso se repita. Quem sabe que novidades podem vir por aí ?
  • Workshops e treinamentos paralelos: os eventos paralelos do fisl também foram muito interessantes, apesar de que poderiam ter sido divulgados de forma mais eficiente. Treinamentos de Python e QT e Workshops de OLPC e Firefox foram realizados em salas paralelas durante os três dias do fórum. Para o próximo ano, uma grade de eventos paralelos pode ser a solução de nossos problemas.
  • A volta para a PUCRS: a volta para a PUCRS para mim foi uma das melhores coisas do fisl 9.0. A PUCRS, além de ser melhor localizada possui um acesso muito mais simples com muitas linhas de ônibus e lotações que passam por ali o dia inteiro. Além disso, a PUCRS tem uma variedade muito grande de restaurantes e lanchonetes que agradam os gostos e bolsos de todos os participantes do evento. Ponto para a ASL !!!
  • Pré-eventos: esse ano, através do grupo SouJava e OpenSolaris-RS tivemos novamente a realizações de pré-eventos do fisl, que apesar de não serem realizados na PUCRS serviram para começar a colocar todos os participantes no clima do evento. Meu agradecimento ao pessoal do SouJava (Bruno Souza, Eduardo, entre outros que não citei) e do OpenSolaris-RS (Vitório) pela iniciativa, e esperamos poder contar com a parceria de vocês no ano que vem novamente.

Todos esses pontos acima citados são apenas alguns que me lembrei enquanto estava escrevendo esse post. Certamente se tivesse mais tempo encontraria muitos outros pontos fortes (e fracos também) para comentar, mas certamente o post ficaria extenso e maçante.

Aguardo comentários de todos (construtivos é claro) e espero que na próxima edição consigamos solucionar todas essas questões e fazer do fisl 10.0 um evento sem precedentes.

Afinal o ano que vem é o fisl 10.0 e temos de comemorar esse aniversário em grande estilo !!!

😀

fisl9 – Ano que vem tem mais…
  • Wow! Valeu Marcelo. Boas considerações. Foi um evento com altos e baixos, mas levamos na boa! <BR/>Foi um prazer te conhecer, espero te ver ano que vem! <BR/>Valeu!

  • Patrícia Fisch

    Olá Marcelo<BR/><BR/>Não sei se já te conheço pessoalmente, mas como sou uma constante nos FISLs da vida (desde o primeiro) acho que posso comentar a respeito ;)<BR/><BR/>Sobre as filas, isso estamos acostumados. Realmente, seria muito bom se o pessoal pudessse para o FISL 10.0 colocar mais pessoas para isto.<BR/>Ingresso caro? Sim, pois como você mesmo disse, dinheiro não nasce em árvore nem cai

  • Oi Marcelo,<BR/><BR/>Cheguei a teu blog pelo BR-Linux e como acredito uma parte do teu último post seja uma resposta às minhas críticas, teci alguns comentários lá. Gostaria que tu lesse e, se possível respondesse.<BR/><BR/>Coordialmente,<BR/><BR/>Leo

  • Oi Leonardo.<BR/><BR/>Respondendo a teu comentário, quero deixar claro que o tópico em questão não foi direcionado para ninguém especificamente, mas sim para todos que reclamaram dos custos do evento.<BR/><BR/>Não quero diminuir nenhum evento de SL e dizer que somente o FISL é bom, pois além disso ir contra nosso interesse comum de liberdade e de divulgação e incentivo ao uso do SL, essa não é

Animated Social Media Icons by Acurax Responsive Web Designing Company
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: